Viver com olhos livres
maio 26, 2010, 11:34 pm
Filed under: Próprias alienações...

Os olhos do mundo atual mostra, explicitamente, cada opinião montada e tirada de tudo, porém, na maioria das vezes, a intolerância prevalece e faz desta a inimiga de todos.

Quando fala-se em preconceito, já vem a tona nas mentes de muitos, aquele preconceito racial e social. Esta palavra é muito mais que isso. Ela se forma a partir de um pré-conceito criado por cada um, não suportando o modo de pensar e agir sem ao menos conhecer a referência; logo, cria-se a intolência e o orgulho de não aceitar modos diferentes de viver.

As pessoas que estão dentro deste jogo são rivais, permanecendo com o seu orgulho e não enxergando com outros olhos cada detalhe que faz a diferença social e cultural na atualidade. A intolerância continua sendo a chefe do preconceito e permanecendo no auge de cada pensamento limitado.

Várias soluções podem ser tomadas, mas a que pode acabar com isso é aquela que vem do próprio ser humano, observando-se e achando a sua própria intolerância, colocando um fim no preconceito e ter um pós-conceito dos fatos observados, e assim, a diferença social torna-se, completamente, um bem a todos.

Anúncios


Um sentimento novo, porém conhecido
maio 20, 2010, 11:50 pm
Filed under: Próprias alienações...

Parece estranho de se dizer isso e também não estou acostumada a ter essas palavras fazendo parte de minha vida, mas parece que achei a chave que faltava para abrir aquela porta chamada felicidade, que relaciona completamente com a seu amigo, o amor. Ou paixão, não sei exatamente, porque não tenho experiência o suficiente para distinguir os dois. Falam que paixão é um amor passageiro, mais forte, porém mais curto. Não me importa o significado delas, o que importa é o meu sentimento. E tenho um certo medo dele.

Me falam que este medo nunca deveria ter existido, ou mesmo que este medo é originado pela minha mente confusa e desordenada. Concordo plenamente.  Um pouco mais de segurança e pensamento positivo poderia haver dentro de mim, e seguiria a vida amando mais loucamente.

Mas tenho o pressentimento que o meu mundo virou, virou, virou… Às vezes me pego sorrindo sem motivo, pensando alto e longe. Não sei o que estou sentindo neste exato momento, mas é algo bom, confortável e que mexem os meus músculos faciais em uma expressão feliz. Aceito a sugestão de andar devagar, mas sempre. E é isso que eu vou fazer.

Ass: Duda Gérry



Happy B-day *-*
maio 19, 2010, 8:14 pm
Filed under: outros.

Happy B-daaaaaaay Borboletas Azuis!

Dia 10 fez 1 ano desse blog maravilhoooooso que eu chamo, pessoalmente, de meu descargo emocional, que tenho o prazer de dividir com vocês!

Espero que venham muitos desses aniversários e a cada dia eu possa me aproximar dele! Está sendo muito importante e especial pra mim ver que consegui manter e reerguê-lo com todas as forças pra tá ai como tá hoje!

Amo todo mundo que me ajudou, que me deu dicas, críticas construtivas e especialmente que leu os meus textos *-*

um BEEIJÃO enorme a todos, e como sempre falo pras minhas amigas-irmãs: É NÓIS SEMPRE!